Checklist de pneus: 9 dicas para rodar em dia

Checklist de pneus: 9 dicas que você deve saber para rodar em dia

Especialista orienta sobre manutenções que podem conferir uma maior conservação dos pneus e a sua funcionalidade.

Se os pneus não estiverem em bom estado, toda a segurança do veículo pode estar comprometida, afinal, uma de suas principais funções é assegurar a sua dirigibilidade.

“Nós orientamos os motoristas a considerar os pneus como itens essenciais no check-up do carro. A recomendação é para que leve regularmente o seu veículo para manutenção com profissionais capacitados e que possam confiar”, orienta Júnior Mengarda, gestor de contas da Delinte Pneus, marca presente em mais de 100 países.

O especialista ainda lembra que o descuido com os pneus, além de aumentar o risco de acidentes, pode trazer maiores prejuízos financeiros. “Seguir um checklist é fundamental para rodar em dia, garantir maior durabilidade dos pneus e segurança para todos que utilizam o carro”, ressalta Mengarda.

1) Inspeção

A cada 5 mil quilômetros deve ser feita a inspeção dos pneus, mas caso tenha ocorrido alguma situação de risco, eles devem ser inspecionados imediatamente após o incidente.

2) Válvulas

A cada troca de pneus é recomendada também a troca das válvulas, pois são submetidas a fortes pressões e se deterioram com o tempo e com a força centrífuga.

3) Sulcos

Fique de olho na instabilidade do veículo, pode estar relacionada aos pneus carecas. Cheque a profundidade dos sulcos da borracha. Com 1,5 mm já são considerados descarte e a direção é perigosa.

4) Calibragem 

É importantíssimo respeitar as regras de cada fabricante. Cada um tem a sua tabela de calibragem adequada para os pneus, por isso, não calibre os pneus sem essa informação correta. A calibração incorreta pode desgastar os pneus e aumentar o risco de corte.

5) Sobrecarga

Pneus com sobrecarga de 30% têm uma perda média de 40% da sua vida útil, além de aumentar o consumo de combustível e prejudicar a suspensão e a segurança do motorista.

6) Estepe

O estepe deve ser o melhor pneu do veículo, pois ele substituirá o pneu danificado. Portanto, não esqueça de mantê-lo calibrado também.

7) Alinhamento

O alinhamento adequado permite o desgaste regular dos pneus, melhora a eficiência do rolamento e  a dirigibilidade em retas e curvas, evitando que a direção se comprometa.

8) Balanceamento

Se o volante ou o veículo vibram em determinada velocidade é hora de checar o balanceamento que garante que a roda gire sem provocar vibrações.

9) Rodízio

O rodízio dos pneus é recomendado a cada 10 mil quilômetros e existem critérios para sua inversão, pois esse procedimento ajudará na durabilidade e no seu desgaste uniforme.

Gostou desse conteúdo? Inscreva-se no formulário abaixo para ficar sempre atualizado sobre a Delinte.

Está gostando da leitura?

Inscreva-se na nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos

Ao submeter este formulário, você concorda com nossos termos de uso e declara que leu nossa política de privacidade. Você poderá se desinscrever a qualquer momento.
newsletter

Inscreva-se para receber as últimas atualizações

Assine a newsletter e não perca nenhuma postagem.

Ao submeter este formulário, você concorda com nossos termos de uso e declara que leu nossa política de privacidade. Você poderá se desinscrever a qualquer momento.
plugins premium WordPress

Dados enviados com sucesso!